SÍNDROME DO PÂNICO

Dr Eduardo Adnet

Médico Psiquiatra

CRMPR 26269

 

A Síndrome do Pânico é uma doença psiquiátrica tratável. E com o tratamento adequado, em poucos dias os sintomas já começam a diminuir. É altamente recomendável o acompanhamento com seu psiquiatra até a cessação completa dos sintomas. O que normalmente não demora muito a ocorrer.

"Era noite e eu estava reclinado sobre o sofá da sala. De repente, comecei a perceber uma sensação apavorante. Era como se eu estivesse morrendo ou como se eu fosse morrer a qualquer momento. Não havia, aparentemente, nada que pudesse justificar aquela sensação de pânico e de terror. Uma sensação de morte, de total perda de controle, que vinha em forma de sucessivas ondas de pavor inexplicável. Eu não tinha absolutamente nenhum controle sobre aquilo, e aquela falta de controle me apavorava ainda mais. Era um medo terrível de algo que eu, simplesmente, não sabia o que era”. Ler mais...

Ansiedade Generalizada

Há pacientes que convivem com a Ansiedade Generalizada por anos a fio e sem buscar tratamento. Todavia, ao se encontrarem em situações de grande pressão, e com o agravamento tanto dos sintomas psíquicos (medos, angústias, inquietude, desassossego) como dos sintomas somáticos (tremores, sudorese, cefaléia, dentre outros) passam a sentir um desconforto cada vez mais intenso, o que os leva a buscar auxílio. O ambiente em que vivem (casa, trabalho, vizinhança, faculdade) pode conter elementos com importante influência sobre o desencadeamento ou sobre o agravamento de sintomas relacionados ao Transtorno de Ansiedade Generalizada.

¬ Saiba mais

Sobre o Estresse

Enquanto estudos e pesquisas têm claramente demonstrado que algum grau de Estresse pode até mesmo ser benéfico, nos fazendo ficar mais alertas, e também melhorando nosso desempenho em determinadas situações específicas, o Estresse só pode ser considerado benéfico se possuir vida curta. O Estresse excessivo ou prolongado pode levar a diferentes doenças, físicas ou mentais, como por exemplo: problemas cardíacos, doenças gastroenterológicas (estômago e intestinos), ansiedade e depressão, dentre outras.

¬ Saiba mais

A Síndrome de Burnout

Ele simplesmente não pôde suportar a insuportável pressão que sobre ele haviam lançado. Entre seu compromisso profissional e o amor à profissão, confrontado que estava com uma situação desumana e insustentável, lhe pulsava na consciência como lidar com aquele desastre administrativo ao mesmo tempo em que lhe pesavam as angústias de ter de sustentar sua família. O resultado não foi outro senão a exaustão extrema e a impotência humana em ter de lidar com algo sobre-humano.

¬ Saiba mais